Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-08T14:36:40-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
vamos falar de cifras

Investimentos de brasileiros chegam a R$ 3 trilhões em junho

Desse total, R$ 1,176 trilhão vem do segmento private, R$ 968,7 bilhões no varejo de alta renda e R$ 912,7 bilhões do varejo tradicional

8 de agosto de 2019
13:44 - atualizado às 14:36
Investimentos
Imagem: Shutterstock

Os investimentos dos brasileiros chegaram em R$ 3 trilhões no fim de junho deste ano, aumento de 5% em relação a dezembro, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 8, pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Desse total, R$ 1,176 trilhão vem do segmento private, R$ 968,7 bilhões no varejo de alta renda e R$ 912,7 bilhões do varejo tradicional.

No período, o único segmento que registrou queda de volume em relação ao observado em dezembro foi o varejo tradicional, com queda de 4,8% no semestre. O de alta renda subiu 11% e o private 8,8%.

Considerando o volume do varejo como um todo, ou seja, R$ 1,881 trilhão, os investimentos em fundos de investimentos correspondiam a R$ 626 bilhões. O número representa um crescimento de 5,1% no período.

Outros R$ 525,6 bilhões - alta de 4,2% - foram destinados em títulos e valores mobiliários. O maior volume, de R$ 729,8 bilhões, ainda está na poupança, montante praticamente estável em relação a dezembro do ano passado.

No varejo tradicional a poupança representa 67,1% do volume, porcentagem que cai para 12,1% no varejo de alta renda.

No segmento private houve no semestre maior exposição em renda variável, com alta de 17,4% no período, para R$ 172,7 bilhões registrados no fim de junho.

Em fundos de investimento estão alocados R$ 590 bilhões, R$ 278 bilhões em ativos de renda fixa e R$ 125,9 bilhões em previdência.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Debaixo do tapete

Cadê o teto que estava aqui? Sumário das contas públicas do Tesouro exclui avaliações sobre cenário fiscal após drible na regra

O documento já foi usado como instrumento para recados duros em outros momentos delicados, em que houve grande pressão para abrir a porteira dos gastos

Juros em alta

Rumo aos 6% + IPCA? Taxas do Tesouro Direto sobem forte após Copom, e títulos atrelados à inflação já pagam mais de 5,5% a.a. de juro real

Com alta da Selic para 7,75%, juros futuros dispararam nesta quinta, fazendo taxas do Tesouro Direto subirem ainda mais

De olho na estatal

Após novas falas de Bolsonaro sobre privatização, CVM vai investigar a Petrobras (PETR4)

A autarquia abre processo administrativos quando entende que precisa acompanhar os desdobramentos de algum assunto

ENRIQUEÇA ATÉ 2024

‘Investir muito em Bitcoin é coisa de imbecil’: estes 14 investimentos já dispararam até 1300% e têm potencial para te deixar rico

Apesar do hype das criptomoedas, existem outras ‘pechinchas exponenciais’ que estão fora do radar de muitos investidores; conheça

Um brinde

A Ambev (ABEV3) nunca vendeu tanta cerveja como no 3º trimestre. E as ações disparam na bolsa

A gigante de bebidas registrou lucro líquido de R$ 3,6 bilhões no terceiro trimestre, alta de 50% e acima do esperado pelo mercado. Hora de comprar a ação?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies