Menu
2019-03-29T14:42:33-03:00
Estadão Conteúdo
Não será na Big Apple

Após protestos, Amazon desiste de construir sede em Nova York

Companhia esperava criar 700 novas vagas na cidade até o fim do ano, mas agora disse que vai distribuir esses novos cargos para as operações nos Estados do Tennessee e da Virgínia

15 de fevereiro de 2019
7:06 - atualizado às 14:42
Placa de loja da Amazon
Imagem: Shutterstock

A Amazon desistiu de construir sua segunda sede em Nova York, depois de forte oposição de políticos e da população local.

O anúncio foi feito pela varejista nessa quinta-feira, 14, e é mais um episódio na longa jornada da empresa fundada por Jeff Bezos para escolher um local para construir sua segunda unidade.

A Amazon esperava criar 700 novas vagas na cidade até o fim do ano, mas agora disse que vai distribuir esses novos cargos para as operações nos Estados do Tennessee e da Virgínia - este último, vizinho à capital americana, Washington, foi escolhido junto a Nova York para receber a segunda sede da empresa, em um processo que começou no fim de 2017 e envolveu mais de 200 candidaturas.

Resistência

A desistência da varejista se deu após semanas de oposição declarada de políticos locais que não aceitaram a ideia do governo e da prefeitura de Nova York oferecerem US$ 2,8 bilhões em incentivos à Amazon pela instalação na cidade.

Alguns moradores da vizinhança de Long Island City, a leste da ilha de Manhattan, na qual o prédio da empresa seria supostamente erguido, também se opuseram à ideia. Residentes de longa data temiam ser forçados a sair de suas casas devido à especulação imobiliária que pode surgir no local. Eles alegam ainda que os sistemas locais de esgoto e metrô já estão sobrecarregados mesmo sem o novo edifício.

A desistência da Amazon também provocou reações entre políticos americanos. O prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, disse que a empresa “jogou fora a chance de fazer negócios na melhor cidade do mundo”.

Já a senadora Elizabeth Warren, que anunciou sua candidatura à presidência em 2020, criticou a companhia. “Uma das maiores empresas do mundo desistiu de um negócio por conta da ausência de subornos dados pelo contribuinte”, disse. O governador Andrew Cuomo, por sua vez, culpou os políticos locais por espantarem um negócio que beneficiaria não só Long Island City, mas todo o Estado.

Nova escolha

A Amazon disse ainda que não vai reabrir um novo “processo seletivo” para encontrar um local para a segunda sede, mas que deve retomar investimentos para expansão.

As cidades de Chicago, Miami e Newark, nos subúrbios de Nova York, já expressaram interesse anteriormente de se tornar a sede do projeto da Amazon, visando os 25 mil empregos que a empresa garante gerar em poucos meses. Já Nashville, no Tennessee, que tem um escritório da empresa com 5 mil pessoas, também disse que está aberta a assumir um papel maior.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mudanças

BB confirma Ieda Cagni para presidência do Conselho de Administração

Nesta quarta-feira, foi realizada a primeira reunião do novo Conselho do Banco do Brasil. Na ocasião, os membros eleitos na assembleia definiram os ocupantes dos cargos de presidente e vice-presidente do colegiado.

Seu Dinheiro na sua noite

A receita do dr. Copom: +0,75 ponto de Selic na veia

O Copom cumpriu as expectativas e aumentou a Selic ao nível de 3,5%. No entanto, o comunicado trouxe algumas surpresas

Ficou para 31 de maio

Bolsonaro veta novo adiamento de prazo para entrega do Imposto de Renda

O presidente aceitou a recomendação feita pelo Ministério da Economia, que previa um impacto negativo na arrecadação da União e estados com uma nova data

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies