Menu
2019-04-16T15:19:48-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bancos x corretoras

Santander lança site para plataforma de investimentos Pi

Lançamento foi compartilhado em rede social pelo presidente do banco, Sérgio Rial, mas o site de cadastro dos interessados em testar plataforma não faz referência ao banco

6 de dezembro de 2018
15:36 - atualizado às 15:19
Sergio Rial santander
Sérgio Rial, presidente do banco Santander, na sede do banco em São Paulo. - Imagem: Murillo Constantino/Quartetto

Com direito a divulgação em rede social do presidente Sérgio Rial, o Santander lançou nesta semana a Pi, sua plataforma de investimentos. O acesso por enquanto é restrito a quem se cadastrar no site www.sejaumpioneiro.com.br.

Quem acessar a página de lançamento e cadastro não vai encontrar nenhuma referência ao Santander. A marca nem sequer traz a tradicional cor vermelha do banco.

Eu fiz o meu cadastro na tarde de hoje, e recebi em seguida um e-mail que me orientou a aguardar pelo convite para a versão beta da Pi. O nome da plataforma é uma referência ao número matemático que representa a razão entre o perímetro e o diâmetro de uma circunferência.

Para os chamados "pioneiros", os primeiros a testar os serviços, a Pi vai oferecer apenas produtos de renda fixa de instituições financeiras. Entre eles, certificados de depósito bancário (CDB) e letras de crédito imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA).

Mas, com a evolução da plataforma, a Pi promete ampliar a prateleira para ter fundos de investimentos, tesouro direto e ações.

Bancos em campo

O Santander criou a Pi do zero e detém 100% do capital, mas a plataforma vai operar de forma independente, inclusive da corretora do banco. O projeto é comandado por Felipe Bottino, ex-diretor da Icatu Seguros.

O Santander foi o último dos três maiores bancos privados brasileiros a se posicionar nesse mercado.

O Itaú foi o pioneiro a abrir a prateleira do banco para produtos de terceiros na plataforma 360, voltada aos clientes do segmento Personnalité. E foi além ao adquirir uma participação de 49,9% no capital da XP Investimentos, pela qual pagou R$ 6,3 bilhões.

O Bradesco contra-atacou remodelando a corretora Ágora, que havia comprado em 2008, como plataforma de investimentos.

Na entrevista que concedeu para mim na estreia do Seu Dinheiro, Rial disse que não é tarde para o banco ingressar na disputa pelos investidores.

"Nunca é tarde. Tarde é não fazer. Esse é um mercado onde ainda tem muito para acontecer", ele me disse, na ocasião.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Contas analisadas

CMN aprova balanço do Banco Central no 2º semestre de 2019, com lucro de R$ 64,5 bilhões

Com os R$ 21,04 bilhões de lucro no primeiro semestre, o resultado total do ano para a instituição em 2019 foi de R$ 85,57 bilhões

Novidade na área

Caixa confirma parceria om Visa em cartões

Acordo marca o primeiro negócio fechado pelo banco público para constituir um braço de meios de pagamentos

Ano trágico

Vale tem prejuízo de US$ 1,7 bilhão em 2019; provisões e despesas por Brumadinho chegam a US$ 7,4 bilhões

A Vale fechou 2019 com um prejuízo bilionário, fortemente pressionada pelas provisões relacionadas ao rompimento da barragem em Brumadinho — efeitos que superaram em muito os ganhos relacionados à valorização do minério de ferro no ano

Gigante do varejo

Carrefour registra lucro líquido a controladores de R$ 636 milhões no 4º trimestre de 2019

Resultado representa uma alta de quase 20% na comparação com o mesmo período do ano anterior

Adiou de vez

Bolsonaro confirma envio de reforma administrativa só depois do carnaval

Presidente disse que a reforma administrativa está “madura”, embora ainda não esteja pronta

Na ponta do lápis

Vale, SulAmérica, Carrefour e B2W: os balanços que movimentam o mercado no pré-Carnaval

Na maratona de balanços anuais de 2019, novos peso-pesados do mercado anunciaram seus números

Retorno maior com juro baixo

Menos liquidez, mais diversificação: como os clientes ricos do Itaú andam investindo

Com juro baixo, clientes private do Itaú vêm reduzindo alocação em renda fixa pós-fixada e migrando para ativos com mais risco de mercado ou liquidez, como ações, multimercados e investimentos de baixa liquidez.

Seu Dinheiro na sua noite

Hoje tem recorde do dólar?

Tem, sim senhor. Em mais um dia sem a presença do Banco Central no mercado, a moeda do país de Donald Trump tirou tinta dos R$ 4,40, mas perdeu um pouco de força e fechou aos R$ 4,391, alta de 0,60%. A alta recente do dólar, um movimento que na verdade começou lá em agosto […]

Sem alívio

Mais uma sessão, mais um recorde: dólar segue em alta e chega pela primeira vez aos R$ 4,39

O mercado de câmbio continuou pressionado pelo coronavírus e pela fraqueza da economia doméstica. Nesse cenário, o dólar à vista ficou a um triz de bater os R$ 4,40, enquanto o Ibovespa caiu mais de 1% e voltou aos 114 mil pontos

Ele fica

Ministro chama de ‘maior mentira’ história de pedido de saída de Guedes

Ruído sobre eventual saída do titular da Economia do governo se espalhou pelos mercados nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements