Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-09-24T16:41:37-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Plano de negócios

Você vai ter que esperar mais alguns meses para saber os próximos passos da Petrobras

Expectativa é de que o plano de negócios para 2019 traga mais informações sobre as plataformas de petróleo que serão instaladas em Búzios 5

24 de setembro de 2018
16:41
Expectativa e espera
Plano de negócios da Petrobras deve trazer um panorama sobre a instalações de plataformas em Búzios 5 - Imagem: Shutterstock

Vai chegando o fim do ano e os investidores já começam a especular quais serão os próximos passos das empresas de capital aberto no país. Mas, se você está na lista dos que negociam Petrobras, saiba que as novidades sobre a petroleira vão demorar mais um tempinho para sair.

O diretor de desenvolvimento da produção e tecnologia da estatal, Hugo Repsold, disse nesta segunda-feira, 24, que o Plano de Negócios da Petrobras será anunciado apenas em dezembro.

Apesar do banho de água fria, Repsold soltou algumas pistas do que deve entrar no planejamento da companhia. As plataformas que serão instaladas em Búzios 5, cuja licitação para construção das unidades deverá ficar para 2021, são algumas delas. Além disso, a Petrobras espera para o ano que vem a entrada de várias plataformas e aumento de cerca de 10% na produção.

É pra já

Repsold também soltou que a plataforma P-77 da Petrobras já deixou o estaleiro da China e está a caminho do Brasil, onde deve chegar em cerca de três meses. A P-77 será instalada no ano que vem no campo de Búzios 4, na bacia de Santos, onde já estão instaladas as plataformas P-74 (em produção) e a P-76 (ancorada).

Todas têm capacidade de produzir 150 mil barris diários de petróleo, assim como a P-76, que está saindo de um canteiro de obras no Brasil em direção ao campo.

Meta será cumprida, apesar de tombo

Este ano, apesar de queda de 0,8% da produção de petróleo em julho, a estatal prevê atingir a meta de 2,7 milhões de barris diários no final deste ano. O preço do petróleo, que nesta segunda atingiu a máxima dos últimos quatro anos ao ser cotado a US$ 80 o barril (intraday), é um motivador para garantir os planos de crescimento.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Alta da Selic, bons números da Weg, IPO do Nubank e dividendos da Gerdau: veja o que marcou o mercado hoje

Há cerca de um mês, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade não mudaria o “plano de voo” a cada novo dado da economia brasileira. Mas, veja só, a realidade obrigou a instituição a recalcular a rota: há pouco, o Copom elevou a Selic em 1,50 ponto percentual, ao […]

Referência em SP

Na corrida do setor de saúde, Rede D’Or (RDOR3) garante fôlego com a compra do Hospital Santa Isabel

O ativo está avaliado em R$ 280 milhões. Porém, conforme explica a empresa, seu endividamento líquido será deduzido na conta final da transação

Ser conservador compensa

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 7,75%

Agora até a poupança ganha da inflação projetada. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom sobre a Selic

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado do Copom a respeito da Selic; a taxa básica de juros foi elevada ao patamar de 7,75% ao ano

CRYPTO NEWS

Sobrevivendo aos altos e baixos do bitcoin: veja sete ensinamentos para os ciclos de criptomoedas

Manter a saúde mental e financeira é um desafio para os investidores do mundo cripto, especialmente em meio ao bull market atual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies