Menu
2018-11-07T17:38:19-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Análise

Quem ganha dinheiro com a inflação menor?

Inflação de outubro ficou abaixo do previsto e número de novembro deve vir ainda mais baixo. Boa notícia para os ativos de risco e para quem está no prefixado

7 de novembro de 2018
14:02 - atualizado às 17:38
Ilan Goldfajn, presidente do Banco CentralIlan Goldfajn, presidente do Banco CentralIlan Goldfajn, presidente do Banco CentralIlan Goldfajn, presidente do Banco CentralIlan Goldfajn, presidente do Banco CentralIlan Goldfajn, presidente do Banco Central
Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central - Imagem: Flickr Banco Central do Brasil

Pelo segundo mês seguido a inflação oficial surpreendeu para baixo ajudando a reforçar as expectativas de que a taxa básica de juros, a Selic, pode ficar nos atuais 6,5% ao ano por mais tempo. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou outubro com alta de 0,45%, abaixo da mediana captada pelo “Projeções Broadcast” de 0,55%. E o que seu dinheiro tem a ver com isso?

No lado do orçamento familiar, a inflação sob controle significa a preservação do seu poder aquisitivo. Mas esse indicador também mexe com os seus investimentos. Uma alta menor que a projetada pode significar ganhos para quem tem papéis prefixados, além de ser boa notícia para Bolsa de Valores e Fundos de Investimento Imobiliário (FII). Perdem atratividade os títulos públicos atrelados à Selic (LFT).

Tão ou mais importante que o índice “cheio”, algumas medidas que captam a tendência da inflação livre de choques de curto prazo, seguem rodando abaixo do piso da meta. Isso indica que a recente alta do dólar não estaria se espalhando de forma consistente para outros preços na economia.

Freio na taxa de juros

Os dados também podem levar o mercado a rever o tamanho do ajuste de alta da taxa de juros previsto para 2019. A mediana das projeções dos economistas é de Selic a 8%. Algumas casas, como o Banco Fibra, trabalham com estabilidade ao longo de todo 2019, e outras instituições começam a indicar juro em 7% ao ano.

Segundo a CM Capital Markets, sem pressão cambial e com alguma lentidão no ritmo de recuperação da atividade econômica, o cenário inflacionário propicia uma elevação na Selic apenas em meados do terceiro trimestre de 2019. “Entretanto, a manutenção desse ambiente inflacionário benéfico está sujeito à aprovação das reformas econômicas”, diz a instituição em relatório.

Para novembro, a CM Capital Markets projeta IPCA ainda menor, na linha dos 0,15%.

Quer receber notícias por e-mail de graça? Clique aqui e se cadastre na newsletter.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

APOSENTE-SE AOS 40 OU O QUANTO ANTES

3 Erros que vão ATRASAR sua aposentadoria

Aproveitando o clima de começo de ano, em que listas e regras para alcançar objetivos se proliferam mais rápido que o mosquito da dengue, decidi dar a minha contribuição numa lista diferente.

Enxugando

Bancos públicos devem acelerar vendas de ativos em 2020

Juntos, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES devem vender, só no primeiro semestre de 2020, mais de R$ 60 bilhões em ativos

Obras a todo vapor

A economia brasileira segue patinando, mas o setor de construção dá sinais de força

O segmento de construção continua aquecido, com a retomada nos lançamentos e um crescimento no volume de vendas. E as prévias operacionais da Helbor, Direcional e MRV dão suporte ao otimismo do mercado

Aval do presidente

Bolsonaro aprova fundo eleitoral de R$ 2 bilhões em orçamento para 2020

O presidente Jair Bolsonaro aprovou a inclusão do fundo eleitoral no Orçamento do governo de 2020 — um mecanismo que prevê gastos de R$ 2 bilhões para as campanhas das eleições municipais

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

MAIS LIDAS: Bolha? Que bolha?

A matéria que discute uma suposta bolha nos fundos imobiliários foi a mais lida desta semana. Oi, aposentadoria e bolsa também estiveram entre os assuntos de destaque

Em busca de investidores

Guedes vai a Davos para ‘vender’ o Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será a principal autoridade brasileira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

LIÇÕES DO PAI RICO, PAI POBRE

Ganhando bem, mas longe de ser rico?

Robert Kiyosaki, autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre, escreve aos sábados sobre suas lições de finanças

DE OLHO NOS EMPRÉSTIMOS

BNDES aprova empréstimos a exportações de Embraer, Marcopolo, Mercedes e Scania

A maior das operações foi para a fabricante de aviões Embraer, que tomou empréstimo de US$ 285 milhões para financiar a exportação de 11 aeronaves modelo E175 para a American Airlines, nos Estados Unidos

FUNDOS DE PENSÃO

Assessores de Guedes e mais 28 viram réus por rombo em fundos de pensão

“O Ministério Público Federal produziu e apresentou a este Juízo peça acusatória formalmente apta, acompanhada de vasto material probatório, contendo a descrição pormenorizada contra todos os denunciados”, anotou Vallisney.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

De volta para o futuro

Quando escrevi aqui na newsletter que não é possível prever o futuro, um leitor me corrigiu. Em alguns casos podemos sim antecipar com razoável grau de precisão o que vai acontecer: que o diga a previsão do tempo. Ele tem razão, mas a mesma premissa válida para a meteorologia não se aplica ao mercado financeiro. […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements