Menu
2018-11-13T13:08:12-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
IBGE

Vendas no varejo caem 1,3% em setembro ante agosto

Na comparação ao mesmo período do ano passo, houve alta de 0,1%; números vieram dentro da expectativa de especialistas

13 de novembro de 2018
9:25 - atualizado às 13:08
Varejo
Vendas no varejo - Imagem: Alex Silva/Estadão Conteúdo

As vendas do comércio varejista registraram uma queda de 1,3% em setembro ante agosto, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira, 13.

O resultado veio dentro das estimativas de especialistas ouvidos pelo "Broadcast", do Estadão, que previam desde uma queda de 1,30% a avanço de 2,10%, com média de -0,15%.

No ano, o varejo acumula alta de 2,3%. Já em 12 meses, o avanço foi de 3,3% em agosto para 2,8% em setembro.

Na comparação ao mesmo mês do ano passado, as vendas acumularam alta de 0,1%. O número também está dentro da expectativa dos especialistas, que previam desde uma estabilidade, 0 %, a expansão de 3,50% com média de 1,55%.

O recuo de 1,3% no volume de vendas do comércio varejista no período foi puxado pelos setores de Combustíveis e lubrificantes (-2,0%), Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-1,2%), e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,0%).

"Não há a menor dúvida, teve uma perda de ritmo no varejo em setembro", disse Isabella Nunes, gerente da Pesquisa Mensal de Comércio.

O que puxou a queda?

Segundo a pesquisadora, os aumentos nos preços dos combustíveis e dos alimentos detectados pela inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em setembro impactaram as vendas dos supermercados e dos postos de combustíveis. As duas atividades respondem juntas por 62,4% do varejo. "Essas são as duas principais atividades com pressão maior de inflação", lembrou Isabella.

As demais perdas ocorreram em Livros, jornais, revistas e papelaria (-1,0%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-0,4%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-0,2%).

Por outro lado

Na direção oposta, houve crescimento em Móveis e eletrodomésticos (2,0%) e Tecidos, vestuário e calçados (0,6%). "Isso guarda alguma relação com a melhora na taxa de juros. Embora esteja bastante distante de 2014, ela mantém o recuo", justificou Isabella Nunes.

Quanto ao comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o volume de vendas caiu 1,5% em setembro ante agosto. As vendas de Veículos, motos, partes e peças tiveram ligeira queda de 0,1%, enquanto Material de construção teve redução de 1,7%.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Revolta

Lojistas de shopping vão à Justiça para mudar índice de reajuste de aluguel

Indicador tradicionalmente usado para corrigir contratos de aluguel, o IGP-M subiu 23,14% em 2020, a maior alta em quase duas décadas.

BOA NOTÍCIA

Acionistas vão se beneficiar da nova política de dividendos da Copel

Novos parâmetros definidos pela empresa podem resultar em pagamentos significativos no curto prazo, segundo Goldman Sachs

Mercados hoje

Ibovespa recua com o peso das incertezas domésticas; dólar sobe

Os investidores repercutem hoje a decisão do Copom de manter a taxa básica de juros em 2% ao ano e a derrubada do forward guidance. Lá fora, bolsas seguem no embalo da posse do novo presidente dos EUA

Exile on Wall Street

Como planejar sua aposentadoria rápida?

Não sei exatamente onde está a melhor resposta para esse tipo de indagação, mas desconfio que não esteja nos livros de economia e finanças.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies