Menu
2019-04-04T12:33:50-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

A urna eletrônica e a nova polêmica de Bolsonaro

Internado em hospital de São Paulo, candidato do PSL acusou o PT de tentar promover uma fraude nas eleições. A fala gerou respostas

17 de setembro de 2018
16:54 - atualizado às 12:33
Urna eletrônica
Bolsonaro disse duvidar da segurança das urnas eletrônicas e acusou o PT de armar fraude eleitoralImagem: Shutterstock

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, colecionou uma nova polêmica ao questionar a segurança das urnas eletrônicas. Em vídeo gravado no Hospital Albert Einstein em São Paulo e transmitido pelas redes sociais no domingo, 16, Bolsonaro acusou o PT de tentar promover uma "fraude" nas eleições de outubro.

Segundo o presidenciável, sem o voto impresso não é possível ter total segurança no processo eleitoral.

A fala gerou respostas de outros candidatos. Geraldo Alckmin (PSDB) saiu provocando o deputado ao dizer que o receio demonstrado por Bolsonaro é justificativa para uma derrota antecipada. "Eu disputei dez eleições. Ganhei, perdi. Não teve fraude nenhuma. Aliás, o Brasil é um exemplo no mundo de avanço tecnológico, de avanço eleitoral que tem até uma justiça eleitoral", disse Alckmin.

Já Fernando Haddad (PT) cobrou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifeste em relação às declarações. "Espero que o TSE se manifeste em elação a essas acusações que estão sendo feitas porque, na verdade, quem garante a lisura do processo é o TSE", disse Haddad, durante sabatina realizada nesta segunda-feira.

STF responde a jato

Não demorou muito para que o próprio presidente do STF, Dias Toffoli, respondesse (com ironia) às acusações do candidato do PSL. “Tem gente que acredita em saci-pererê.”

Toffoli lembrou também que o próprio Bolsonaro foi eleito deputado federal diversas vezes pela urna eletrônica.

Ao perceber a repercussão negativa das declarações, o candidato a vice na chapa de Bolsonaro, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou que é preciso "relevar" as últimas declarações do capitão reformado de que poderia contestar o resultado das eleições se o voto não for impresso.

"Vocês têm que relevar um homem que quase morreu há uma semana, fez duas cirurgias. Vamos relevar o que ele disse", disse o general a jornalistas, após participar de um evento no Secovi-SP.

O general foi além e disse que "quem vencer, venceu", mas que teria pena do Brasil se o PT ganhasse as eleições.

* Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies