Menu
2019-04-04T13:51:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Relação instável

Trump sinaliza fortalecimento de laços com a China além dos 90 dias acordados no G-20

Presidente americano disse que os desfechos das negociações com Pequim devem começar a valer em breve

4 de dezembro de 2018
13:49 - atualizado às 13:51
Donald Trump, presidente dos EUA, e Xi Jinping, presidente da China
Donald Trump, presidente dos EUA, e Xi Jinping, presidente da China - Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sinalizou que as negociações comerciais com a China já estão em andamento e poderão prolongar por um período superior aos 90 dias acordados no G-20.

As declarações foram feitas em sua conta oficial no Twitter nesta terça-feira, 4.

"As negociações com a China já começaram. A menos que sejam estendidas, elas terminarão em 90 dias a partir da data de nosso maravilhoso e muito caloroso jantar com o presidente Xi na Argentina", destacou Trump.

O mandatário ainda ressaltou que a "China deve começar a comprar produtos agrícolas e mais imediatamente", mas complementou afirmando que o "presidente Xi e eu queremos que esse acordo aconteça, e ele provavelmente acontecerá". E acrescentou: "Quando pessoas ou países vêm atacar a grande riqueza de nossa nação, eu quero que eles paguem pelo privilégio de fazê-lo. Será sempre a melhor maneira de maximizar nosso poder econômico. Estamos agora recebendo bilhões de dólares em tarifas".

Trégua de 90 dias

No G-20, os EUA concordaram em congelar o plano de aumentar de 10% para 25% a tarifa imposta a uma cesta de produtos chineses que soma cerca de de U$$ 200 bilhões em exportações para o país.

Em contrapartida, a China se comprometeu em aumentar a importação de produtos agrícolas e industriais dos EUA.

As negociações entre ambos os países segue nesse período.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies