Menu
2018-12-20T11:21:28-02:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Reino Unido decide ir com calma...

Medo à vista: Banco da Inglaterra é mais cauteloso e mantém juro básico

Instituição prefere continuar com juros no mesmo patamar diante da intensificação das discussões sobre o Brexit e da desaceleração da economia mundial

20 de dezembro de 2018
11:21
Bandeiras do Reino Unido e da União Europeia
Imagem: shutterstock

Ao contrário da postura mostrada pelo FED ontem que anunciou uma alta de 25 pontos-base, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) optou por ser mais cauteloso e manter o juro básico em 0,75%. A decisão foi unânime e já era esperada também por uma boa parcela dos analistas estrangeiros.

Na ata, o banco explica que a intensificação das incertezas causadas por conta da retirada do Reino Unido da União Europeia no chamado Brexit e a crescente preocupação diante das tensões e desaceleração das economias mundiais foram os principais motivos para a manutenção da taxa. O documento destaca também que o BoE deve esperar que o cenário fique mais claro no próximo ano para voltar a considerar novos aumentos.

Ainda sim, o Banco da Inglaterra destaca que tem interesse em aumentar as taxas de juros nos próximos três anos para fazer com que saída do país da União Europeia não gere desordem ou problemas maiores. A instituição já havia alertado anteriormente que se não houvesse um acordo para o Brexit, isso poderia gerar uma recessão imediata e que poderia ser pior do que a crise de 2008.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies